sábado, 10 de dezembro de 2011

Natal,tempo de férias,o que 2012 nos guarda?


Final do ano, tempo de férias ou de estudo?

Natal chegando, etapas terminando e dando espaço para as novidades do próximo ano que vira. Infelizmente não tenho postado com tanta freqüência, devido às provas finais da escola e os vestibulares.
Desta vez iremos fazer uma troca de idéias, uma dinâmica de assuntos típicos entre os músicos e de todas as pessoas seja qualquer profissão ou estilo de vida que se leve....

Que tal começar com as férias?

Muitos visitantes que lêem aqui, são estudantes, podem estar cursando faculdade, escola ou até mesmo em casa como um autodidata. 

Estudar é pesquisar,  se aprofundar em assuntos..no piano é praticar as notas e também a teoria  musical, á modo grosso de falar claro.


Mas eis que surge uma pergunta..Pianista para de estudar em dezembro?E janeiro?Será?







Bom, ninguém é de ferro, mas o piano exige do musico um mínimo de tempo diário para que se possa manter a coordenação, a musculatura das mãos e a memória fresca desenvolvida ao longo do ano. Portanto nunca podemos parar de estudar. É claro que as férias são importantes também, uma mente tranqüila e livre será  essencial para quando se der o termino da mesma , portanto é preciso balancear ambas as coisas.

Metas, Novidades, 2012.

Claro que você, caro leitor pode querer me perguntar..
-          Quais são os seus planos?E metas para 2012?

Então, no meu caso eu já citei no blogue o interesse pela faculdade de musica, no caso já está em andamento às provas..espero que de tudo certo.Claro temos o plano B ,na vida não se pode desistir em meio as barreiras ,precisamos tentar fazer o melhor de si.
O piano vem sendo minha paixão a um bom tempo, e pretendo continuar estudando e tocando sempre!





 Metas?

Musicas preferida para incorporar no repertorio!!!Será que agora vai?Em meio ao estudo de peças obrigatórias para as bancadas examinadoras do vestibular e para a própria técnica em si, fica difícil escolher uma obra no piano de vontade própria que atenda a demanda de tempo, e que seja objetiva ao ver do professor. Agora nas férias irei continuar estudando o que já está pronto, mas claro vou passear por Chopin um pouco mais!”Chopin é meu compositor favorito”

Que pena foi uma postagem curtíssima, mas espero que tenha válido a pena ter pego um tempo das férias, para escrever nem que seja esse pouquinho, trocar idéias,falar sobre os planos e desejar a todos um FELIZ NATAL caso não venha postar mais nada, até logo!!


terça-feira, 25 de outubro de 2011

Musica da Semana

Como prometido ,irei postar toda semana 2 musicas !Musicas que eu gosto muito,e espero divulgar o meu gosto com todos !

Presto agitato 3° movimento da Moonlight Sonata de Beethoven

Nelson Freire tocando um trecho da Waldstein Sonata de Beethoven !

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Musica da Semana


Começa uma nova seção no Blog, a cada semana irei postar 2 musicas que estou ouvindo no momento.Com compositores aleatórios ,Beethoven,Chopin,Bach,Mozart,Villa Lobos ,Liszt etc..

Pra começar de forma diferenciada.. apresento-lhes 2 vídeos de composições para violão de Villa Lobos!!!Na próxima semana, apresentarei composições para piano.

Choro n.1


Gavota-Choro

sábado, 15 de outubro de 2011

Uma aventura , um piano diferente em casa...

        Afinação é a palavra que soa bem aos ouvidos de um pianista, claro que somente quando a mesma está no seu timbre correto  e de preferência em 440 hertz..

           O "ouvido" do jovem musico começa com o tempo a se  acostumar com as dissonâncias, a medida que experimenta  músicas atonais (Atonalidade surgiu como um termo pejorativo para condenar a música na qual os acordes foram organizados aparentemente sem coerência .) ao passear pelos famosos exercícios de leitura como os de Béla Bartók e peças de  Claude Debussy e Sergei Prokofiev  .A  questão é a experiência que isso proporciona a percepção auditiva.

         Quando começa a fazer sentido a gama de sons estranhos, e não somente isso, mas quando o musico já se deparou com outros instrumentos, como  o violão que costuma tocar nas suas horas de entretenimento tendo que o afinar de ouvido muitas vezes, até mesmo o pianista que por hobby estuda violino ou outro instrumento de corda que seja, acaba por treinar aquilo que chamamos de ouvido absoluto.

        "Claro que não estou dizendo ser tão simples assim atingir esse grau de percepção auditiva, é necessário já nascer com tal capacidade e dom", mas é possível treinar isso e desenvolver a habilidade de identificar  a questão de afinação e timbre  do piano, ou até mesmo distinguir  as notas".

Começa uma Aventura
        Tudo isso só vem ao caso escrever, por pura experiência própria... Esse mês troquei o meu piano alugado por outro um pouco melhor, mas que chegou em casa  precisando afinar.O desconforto de estudar nessa condição é considerável.O afinador então depois de uns dias ocupado ,desmarcando e remarcando seu compromisso de prestar seu serviço ao meu piano,veio e fez todo o trabalho.

   

        Se não basta estar tudo certinho, a teimosia do meu ouvido me levou a fazer algo extremamente perigoso. Ao perceber certo “chiado” na nota Sol central do piano, tive a brilhante e desastrosa idéia de mexer em uma de suas cravelhas. Resultado!!!Desafinei não somente a nota Sol, mas também o Lá e o Si bemol. Que raiva!
     Caro leitor é olhando os erros do próximo que se deve evitar cometer os mesmos. Sorte que algo me acompanha desde pequeno, o dom de desmontar tudo para ver como funciona e depois não conseguir montar de novo. 

      Mas é claro que agora com um pouco mais de esperteza e observação, tive a idéia de refazer o mau feito. Preparado com artefatos domésticos, ferramentas impróprias um notebook e a experiência dos sons atonais e tonais que o ouvido aprendeu com o tempo, em uma hora de esforço resolvi o problema.
      Essa aventura me  fez lembrar-se de um vídeo que o pianista John blanch publicou em seu  vlog "Diário do pianista” na qual o afinador de pianos o aconselha de não mexer na questão do peso das teclas “Quando John gostaria de acentuar o peso, para melhorar sua técnica ao treinar em um piano mais difícil de ser tocado". Fica a minha dica também que não é aconselhável tentar modificar nada em seu piano sem um prévio conhecimento.
  



terça-feira, 13 de setembro de 2011

Como escolher o seu piano?

       Uma duvida um tanto que técnica para os  iniciantes ,amadores e até profissionais é a escolha de um instrumento caro como o piano.

                   Varias marcas, e as diferenças que os  tornam um  ser único a cada exemplar, faz da escolha do piano uma tarefa difícil de realizar,exemplo(Um Steinway & Sons chega a custar 100.000$ e mesmo sendo de uma série de fabricação igual , tem diferenças de timbre um do outro,na qual o pianista pode não gostar).
     
 Porem existem algumas dicas que poderá ajudar você  a tomar uma boa decisão e fazer uma ótima escolha!


      O piano é o instrumento mais complexo já criado pelo ser humano. Ele possui na sua mecânica um “set” de articulações (mecânica de disparo) que, de forma análoga, são as falanges, falanginhas e falangetas artificiais, alongadas, que fazem com que o toque do dedo alcance a percussão da corda. Só isso já bastaria para se ter muito cuidado na escolha do instrumento: resposta mecânica. Acrescido a esse detalhe de suma importância, seguem os seguintes compostos:
  • condição da tábua harmônica
  • condição do cepo onde estão cravadas as cravelhas e
  • condição do teclado.
     
     
     
    # CUIDADO
     
    Existe a ilusão de que quanto mais velho o piano ,melhor será seu som e sua qualidade!Essa  ideia é enganadora ,um piano que tenha muitos anos de fabricação pode ter sofrido uma serie de desgastes no seu mecanismo.Como o Cupim que pode atacar a madeira!
     
               Ao chegar na loja de pianos ,verifique os piano seminovos,atento aos mecanismo já citados acima ,analisando seu estado de preservação .O vendedor poderá ajudar a escolher um piano dentro de sua faixa de preço acessível,com boa sonoridade .Não de enfoque quanto a beleza em si do instrumento,já que o maior objetivo do musico é o som !Um piano novo pode ser uma boa escolha ,porem existem os seminovos de otima qualidade ,que foram restaurados  e que pode superar a qualidade de um novo!!
             E  por fim verifique as dimensões do tamanho do piano de acordo com o espaço na qual você reservou para coloca-lo em sua casa!Essas são pequenas dicas ,mas que talvez ajude  você a escolher de maneira correta e  fazer uma boa compra.


     

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Ouvido Absoluto"Review"

 Um assunto de  pouco entendimento entre  muitos musicos amadores ou até profissionais ...Quando ouvimos dizer  sobre o ouvido absoluto lembramos de algumas historias contadas por quem já ouviu falar de um musico que possui  esse dom .

Seria verdade poder  escutar as notas falando ?ou então associar cores  a elas quando tocadas?Se um objeto cair no chão você seria capaz de identificar a nota ?









 Oque é Ouvido Absoluto ?A revista superinteressante publicou a definição  explicando  como funciona:


É a capacidade de perceber e dar nome a cada uma das notas que chega ao seu ouvido. E não estamos falando só de música: também vale sons vindos de buzina, chiados da natureza, vozes de animais, barulhos de máquinas... A explicação para esse dom não está no aparelho auditivo, mas na cabeça.Quem tem ouvido absoluto possui mais capacidade de receber e interpretar estímulos do lado esquerdo do cérebro, onde os sons são processados. “Neles, essa região é ainda mais ativa que em músicos”, diz Mauro Muszkat, neurologista da Unifesp.

Uma em cada 10 mil pessoas tem essa habilidade, mas os especialistas não sabem explicar ao certo por que ela ocorre. Alguns acham que é uma característica herdada geneticamente. Outros, que é um talento desenvolvido com muita dedicação e treino. Há os que acreditam, ainda, que todos nós nascemos com essa habilidade, mas, se não a utilizamos, a perdemos.

Apesar de se manifestar normalmente em músicos, leigos também podem ter ouvido absoluto. Nesse caso, as respostas são sensoriais: ele terá facilidade em armazenar e codificar tons e saberá instintivamente encontrar as notas em um instrumento, mesmo sem saber o nome delas.

Tipos de ouvido absoluto


Ouvido absoluto passivo

Uma pessoa com ouvido absoluto passivo é capaz de identificar as notas individuais que escuta, e pode identificar a tonalidade de uma composição (assumindo que possui um certo nível de conhecimento musical), porém não é capaz de cantar as notas necessárias.
Entre os autistas e savants, a incidência de ouvido absoluto se encontra à 1/20 ou mais.

Ouvido absoluto activo

As pessoas com ouvido absoluto activo têm a capacidade de cantar qualquer nota que se lhe é solicitada, sem ter outra como referência. O número de possuidores de ouvido absoluto activo nos Estados Unidos é de 1/10.000. Nem todas as pessoas com ouvido absoluto activo são músicos, contudo a preparação musical é necessária para o completo desenvolvimento do potencial auditivo de uma pessoa com ouvido absoluto.

Ouvido absoluto muito fino

As pessoas com ouvido absoluto muito fino não só são capazes de reconhecer uma nota pelo seu nome, como também saber quando uma nota está ligeiramente mais aguda ou mais baixa com respeito ao padrão de afinação comum (440 Hertz). Esta habilidade é extremamente rara.
Alguns músicos com ouvido absoluto muito fino são capazes de reconhecer se uma obra está desafinada com respeito à afinação comum à uma distância de poucos savarts. Estima-se que apenas 1 a cada 650 pessoas no mundo possuam tal capacidade.

Problemas potenciais

Pessoas com ouvido absoluto se sentem irritados quando um pedaço é transposto para outro tom ou tocado em outro padrão. Músicos com ouvido absoluto podem falhar com relação a desenvolver as habilidades de um ouvido relativo quando seguindo os currículos de padrão persistindo em vez de um hábito de música conceptualizadora como uma sequência de tons absolutos. Assim, acham difícil transpor ou tocar um instrumento transpositor. Possuidores de ouvido absoluto também são conhecidos por acharem difícil tocar com uma orquestra que esteja afinada fora do padrão original (A4=440 hertz.)


Principais habilidades

Possuidores de ouvido absoluto possuem, além das capacidades mencionadas acima, algumas outras qualidades incríveis de reconhecimento de notas, como as mostradas abaixo:
  • Nomear notas e acordes apenas por ouvi-los
  • Cantar qualquer tom usando a memória (sem nenhum tom de referência)
  • Cantar canções pelo ouvido (após apenas escutá-las)
  • Compor música usando a própria cabeça
  • Identificar tons de canções apenas por ouvi-las
  • Ler folhas de música mentalmente
  • Saber se um tom é sustenido ou bemol sem um tom de referência

Pianistas com ouvido absoluto 

Claudio Arrau(, com 6 anos de idade, tinha ainda uma outra surpresa guardada para nós. Ele desceu do piano para comer alguns doces e, entre um e outro tratamento, os músicos tocaram acordes para ele, umas dez notas de cada vez. De costas para o piano, ele identificou os acordes perfeitamente, nota por nota, como se estivesse identificando objetos domésticos."[Claudio Arrau, pianista chileno. trecho retirado de Arrau on Music and Performance, Dover, 1999  

Ludwig Van Beethoven 

Chopin "O autor afirma que Chopin era capaz de distinguir um A441 de um A440"

Mozart

Heitor Villa-Lobos 

 VIDEO

Uma pianista muito simpática que foi no programa do  Jô possui esse dom tão maginifico ,espero que tenham gostado da postagem ,abaixo segue o vídeo da pianista  Juliana D 'Agostini que conta um pouco  de como é ter o ouvido absoluto ,muito legal !!!

 


terça-feira, 26 de julho de 2011

John Blanch!!

     A um tempinho atrás,procurando por concertos aqui em Ribeirão Preto ,conferi a programação do Teatro Pedro II .... Viria um pianista novo,da minha idade praticamente tocar com a orquestra convidado pelo maestro Cláudio Cruz para participar da serie Juventude tem Concerto.Não tive duvidas e fui assistir ..foi no dia 8 de Março de 2009,em um domingo tranquilo ,lá estava John Blanch  com apenas 16 anos tocando o concerto para piano de J.Haydn acompanhado da sinfónica da cidade.Fiquei espantado com tamanha maturidade do garoto para passar a musica ao publico alem de mostrar uma qualidade muito importante ... a humildade !Procurei falar com ele no fim do concerto ,nem sempre é fácil se comunicar com artistas ,mas com ele foi diferente e recebi muita atenção do jovem pianista .Muito amigável ,consegui fazer  contato com ele pela internet e acompanhei um pouco do seu desenvolvimento na musica .Hoje ele estuda no Conservatório Nacional Superior de Música de Paris.E mantem um vlog muito interessante que irei postar aqui !

Abaixo segue o Currículo de seus estudos


Iniciou os estudos de violino e piano  aos seis anos de idade na Escola de Música Eszterháza e, aos dez anos,  já participava de diversos masterclasses pela Europa: teve aulas de  música de câmara e orquestra com Bruno Steinschaden da Universidade  Mozarteum de Salzburgo (Áustria); aperfeiçoou-se com o pianista Nelson  Delle Vigne (Bélgica) e com Zbiginiew Raubo (Polonia); na França,  freqüentou a Ecole Normale de Musique de Paris - Alfred Cortot,  participando de masterclasses com Philippe Entremont e Jaques Lagarde  (França), Robert Roux e Stéphane Lemelin (EUA), Carla Giudici (Itália),  entre outros. No Brasil estudou com Marisa Lacorte e aprimorou-se com  Flávio Augusto, Ney Fiakow e James Dick.

Desde o ano de 2006, aos  treze anos, passou a se dedicar exclusivamente ao piano e foi aceito na  Academia de Música da Osesp (Orquestra Sinfonica do Estado de São  Paulo) onde passou a ter aulas teóricas, de música de câmara, prática de  orquestra; pôde participar de masterclasses com grandes nomes do piano  como Michel Dalberto, Alexandre Tharaud, Ricardo Castro, Maria João  Pires e Arnaldo Cohen. No ano seguinte participou de seu primeiro  concurso de piano e obteve 1º lugar no VIII concurso Nacional  Villa-Lobos.

Devido ao seu rendimento excepcional, foi convidado  em Janeiro de 2009 para gravar um CD na Suiça com Michel Dalberto junto  ao violoncelista Antonio Meneses e o violinista Claudio Cruz. Nesta  ocasião, teve a oportunidade de tocar para a grande pianista argentina  Martha Argerich. Em março do mesmo ano foi convidado pelo diretor  artístico e maestro John Neschling para atuar como solista a frente da  OSESP (Orquestra Sinfonica do Estado de São Paulo) sob a regência de  Wagner Polistchuck e a frente da OSRP (Orquestra Sinfonica de Ribeirão  Preto) sob a regência de Claudio Cruz. Em Junho participou de uma turnê  com o coral húngaro "Collegium Musicum Jaurinense" e em Julho fez parte  do 52º Festival Internacional de música da Academia de Nice, na França,  onde teve aulas com a pianista francesa Brigitte Engerer e o pianista  russo Evegeny Mogilevsky. Nesta ocasião, foi convidado a tocar no  Palácio Massena para membros do governo francês.

Em Fevereiro de  2010, depois de superar diversas provas eliminatórias, foi um dos  poucos escolhidos entre os mais de 200 candidatos (pianistas) de todo o  mundo para entrar no Conservatório Nacional Superior de Música de Paris,  onde receberá a formação pianística de Bridgitte Engerer. O governo de  São Paulo soube dessa conquista e o convidou a fazer um recital no  Palácio do Governo em Campos do Jordão como parte do 41ºFestival  Internacional de Música de Inverno de Campos do Jordão.

John  Blanch tem realizado diversos recitais dentre os quais se destacam as  apresentações em São Paulo na "Sala São Paulo", em Ribeirão Preto no  "Teatro D.Pedro II" e em Paris na "Salle Cortot".

VLOG






                                                                                    
         


 Novo video!!John intrevistado no programa  do Jô Soares,tocando o estudo de Chopin op 25 n.12!                                                                                                                                                                                                 




sexta-feira, 15 de julho de 2011

Algumas musicas nas ferias..

Ferias é um período de descanso,e nada melhor que descansar ao som dos seus preferidos,essas ferias está sendo boa para relembrar os bons tempos em que colocava meu fone de ouvido e  passeava por Mozart ,Chopin,Beethoven ,Liszt etc.. etc..

E Chopin foi o  começo da minha historia de amor com o piano,quando ouvi pela primeira vez um CD com suas obras,era como se  tivesse em outra vida  sido um musico apaixonado por suas melodias ,assim como é Nelson freire ,Martha Argerich entre outros grandes nomes do piano.



  


Chopin foi o maior poeta do piano,o Romantismo é meu período preferido,o uso dos pedais de forma abundante e a liberdade de expressão  faz surgir em quem escuta memorias ,flashes e o mais importante  é que faz você sonhar  e intender os sentimentos vividos pelo compositor  no período em que compôs  a musica.













Porem  outros génios também merecem destaque,como o grande Liszt ,pianista virtuoso ,e um gigante compositor de obras dificílimas de serem executadas levando os músicos a tornarem-se figuras públicas de destaque,quando as interpretava com exatidão.



Vou deixar algumas musicas de Chopin e Liszt  abaixo para que também possam desfrutar ^^